Nossa concepção de feminismo – na perspectiva do anarquismo organizado

Nós, mulheres que compomos as organizações da Coordenação Anarquista Brasileira, nos compreendemos como parte de uma longa tradição de mulheres anarquistas que radicalmente denunciaram e combateram as opressões de gênero; também, por isso, a exploração do trabalho ganha uma especificidade para nós. Estamos inseridas na tradição das muitas e muitas mulheres anarquistas que, embora apagadas…

MULHER É RESISTÊNCIA NA LUTA POR VIDA DIGNA!

MULHER É RESISTÊNCIA NA LUTA POR VIDA DIGNA! Entra ano, sai ano, e as condições das mulheres seguem ao descaso pelos de cima. No contexto atual, com um governo federal de extrema-direita, que destila ódio pelas “minorias históricas” e leva a cabo medidas de miséria, absurdos conservadores, perseguições e sucateamento da máquina pública, não nos faltam motivos…

Imperialismo e patriarcado

Por Lila, militante da FAG Temas habituais no nosso imaginário imperial geralmente incluem ocupações militares, expansão comercial e financeira, “missões civilizadoras”, violência colonial, conceito de capitalismo. Contudo, o que interessa aqui é abordar as práticas discursivas do(s) imperialismo(s) na elaboração de fantasias coloniais do desejo e dominação, onde as questões de gênero e raça tomam lugar…

ARGENTINA | Ante los feminicidios y el avance de la violencia machista, la lucha feminista es de las de abajo. Es momento de ocupar las calles

Por Federación Anarquista de Rosario (FAR) En estos últimos días, en el medio de una crisis económica y social que avasalla cotidianamente a los sectores oprimidos, asistimos a cuatro femicidios en solo 48 horas que ponen de relieve la gravísima situación a la que las mujeres nos vemos expuestas diariamente. Estamos hablando de la forma…

Nota da CAB ao mês da Visibilidade Lésbica

Atualmente, no Brasil, uma pessoa LGBT é assassinada a cada 16 horas, em distintas circunstâncias e sem precisão de dados. Na maioria das vezes, corpos negros e periféricos compõem as principais vítimas. Também diariamente, essas pessoas são agredidas verbal, psicológica e simbolicamente. Expulsas de casa, levadas à rituais de exorcismo, ou a prostituição precoce. Forçadas,…

Mulher é resistência: rebeldia e luta de corpos indignados

Por Sara Munaretto Vivemos atualmente uma forte ofensiva neoliberal, o que talvez se possa chamar de um ajuste político global, processo que vem se agudizando nos últimos anos. Uma conjuntura de absoluto alinhamento dos estados com o capital financeiro internacional, possível através da crescente militarização da sociedade e do uso da violência como recurso político,…